História da SAL 2

Compõe-se a Sociedade de Artes e Letras de São Gonçalo (SAL) de Sócios que constituem seu Quadro Ordinário e de número indeterminado de Membros Correspondentes, Beneméritos, Honorários, Adjutores e Colaboradores, além de um Conselho de Notáveis.

  1. Os Sócios são os eleitos dentre gonçalenses que estejam capacitados a colaborar para cumprimento dos objetivos da SAL e que pertençam a uma ou mais das categorias :
  • artistas plásticos, de reconhecimento público na comunidade, que desenvolvam atividades em: artes plásticas e visuais, artesanato, artes cênicas, música, folclore e tradição;
  • literatos - de reconhecimento público na comunidade, com produção em diversos gêneros.
  1. Os Membros Correspondentes são aqueles escolhidos dentre gonçalenses natos, mas não residentes no Município e com notório mérito cultural.
  2. Os Membros Beneméritos são aqueles que tenham prestado relevantes serviços à SAL.
  3. Os Membros Honorários são escolhidos entre os que tenham prestado serviços de relevância à cultura gonçalense, ou entre pessoas de qualquer nacionalidade, que se notabilizarem em qualquer ramo da cultura.
  4. Os Membros Adjutores são os admitidos preferencialmente dentre os cônjuges e outros familiares dos Sócios, bem como pessoas positivamente interessadas ou integradas no Movimento Lítero-Cultural, podendo colaborar no desempenho de tarefas auxiliares inerentes aos objetivos da SAL.
  5. Os Membros Colaboradores são pessoas físicas ou jurídicas, que venham a se destacar no auxílio à SAL para contribuir na realização de seus objetivos.
  6. O Sócio, ao completar 75 (setenta e cinco) anos de idade, poderá optar por integrar o Conselho de Notáveis. (Estatuto da SAL, Cap. 2, seção I, Artigo 11º)

 

Os direitos dos sócios da SAL

  1. votar e ser votado;
  2. participar das Assembléias Gerais;
  3. desfrutar dos benefícios egressos da condição de membro;
  4. promover convocação do(s) órgão(s) deliberativo(s);
  5. tomar parte nas decisões da Diretoria, quando em sessão conjunta, ordinária ou não;
  6. participar de todas as atividades relacionadas com a SAL;
  7. referendar, se for o caso, a admissão de novo(s) Sócio(s);
  8. fiscalizar o cumprimento do que contém este Estatuto;
  9. provocar, desde que reúnam um mínimo de 10 (dez) Sócios, a convocação de Assembléia Geral no caso de omissão do Presidente ou Diretoria;
  10. levar à Direção da SAL sugestão ou reclamação que vise o interesse desta;
  11. renunciar à sua condição de Membro Efetivo, fundamentando as razões de sua decisão. (Estatuto da SAL, Cap. 2, seção II, Artigo 17º)

Contato

 

 fone: 55 (21) 2.605.5250
(2ª a 6ª das 9 às 18h)
email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
JSN Dome template designed by JoomlaShine.com