Brasão da cidade de São Gonçalo

 



O símbolo foi criado por meio da deliberação nº 557/69, de 10 de setembro de 1969, aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo Prefeito, Dr. Osmar Leitão Rosa, foram instituídos o Brasão Heráldico e a Bandeira do Município de São Gonçalo.

Apresenta as seguintes características: Escudo, tipo português, dividido em Campo de Goles (vermelho), apresentando um cocar sobre duas flechas em aspa; uma estrela de cinco pontas e o esboço do mapa do Estado do Rio de Janeiro, tudo em ouro. Campo em Blau (azul), com a roda dentada (engrenagem) de ouro sobrepondo seis galpões de fábricas com duas chaminés nas extremidades, tudo em prata. Campo de Sinople (verde), há um rio ondulado em prata; sobre o rio, no centro, um monte encimado por um cruzeiro, tudo em ouro. Acima do escudo, está a Coroa Mural (ou muralha) de prata, com cinco torres (cuja figura é símbolo de município em todo o Brasil). Abaixo do escudo, está o Listel de Goles, com a divisa "São Gonçalo" e as datas "1646" na destra (direita) e "1890" na sinistra (esquerda) tudo em sable (preto). Sobre o suporte da direita há um ramo de café frutificado e, no suporte da esquerda, está a cana-de-açúcar, tudo nas próprias cores.

 

Bandeira da cidade

 

 

 

A Bandeira do município de São Gonçalo foi criada por meio da deliberação nº 557/69, de 10 de setembro de 1969, aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo Prefeito, Dr. Osmar Leitão Rosa, foram instituídos o brasão heráldico e a bandeira do município de São Gonçalo.

Consiste em um retângulo repartido por diagonais, formando quatro triângulos (dois pares) nas cores azul e branco. Os dois pares de triângulos convergem ao escudo central, que é o brasão do município.

Para fins de reprodução deve-se utilizar como base a proporção 07:10, ou 14 x 20 módulos, como a bandeira nacional.

 

Hino da cidade

 

O Hino Oficial de São Gonçalo foi cantado em público pela primeira vez em dia 22 de setembro de 1970, no pátio da Prefeitura Municipal. Era a solenidade cívica comemorativa ao 90º Aniversário da Emancipação Político-Administrativa de São Gonçalo e o hino foi apresentado pelo Coral de Alunos do Colégio Municipal Presidente Castelo Branco e do Colégio São Gonçalo, sob a regência do professor Elias Silva .

Em 30 de julho de 1970, através da deliberação Municipal nº 567/70, o Hino Municipal foi instituído. Os versos líricos do Prof. Geraldo Pereira Lemos convertem em palavras o sentimento gonçalense de coragem, bravura e confiança no futuro. O maestro Joyleno dos Santos musicou os versos do Prof. Geraldo, tornando-o cântico dos corações orgulhosos do povo desta terra "...mui singela...".

A letra do Hino foi escrita pelo professor Geraldo Pereira Lemos , o poeta que mais tem cantado a Terra Gonçalense.

A melodia é de autoria do clarinetista e maestro Jayoleno dos Santos , que levou o nome de São Gonçalo até a Orquestra Sinfônica Brasileira.

 

Hino de São Gonçalo

São Gonçalo, cidade mui singela 
Erguida nos encantos de aquarela, 
Namorada de nós os gonçalense... 
Cidade que cresce dia-a-dia, 
Monumental eternal, sol de alegria, 
Orgulho bem maior dos fluminenses...

(Estribilho)

Teu passado, cidade, foi honroso, 
Teu futuro será maravilhoso, 
E o teu presente fúlgida verdade... 
Teu povo sempre ordeiro e liberal 
Semeia no teu seio maternal 
As propícias sementes da bondade...

Tens usinas com muitas chaminés 
Que logo dizem prontas quem tu és; 
Oficina onde bate rijo o malho... 
Macedo, Palmier, eis o talento, 
Estephânia, ó que grande monumento, 
Eis homens fortes, prontos ao trabalho...

(Estribilho)

Tens igrejas festivas, cujos sinos 
Bimbalham puros sons, bem cristalinos, 
Da cidade fazendo pompa e glória... 
Em Neves, Alcântara ou Gradim, 
Certamente esta graça tu tens sim, 
A graça que engalana a tua história...

(Estribilho)

Letra: Prof. Geraldo Pereira Lemos
Música: Maestro Joyleno dos Santos

 

JSN Dome template designed by JoomlaShine.com